Enquadramento

Estudos académicos sobre os impactes das universidades no meio envolvente confirmam os reflexos das instituições de ensino a vários níveis, como por exemplo os níveis económico, demográfico ou cultural, e em diferentes vertentes, como potenciadoras de emprego, de investimento, de qualidade de vida, de conhecimento, educação e qualificação da população local. Embora muitas das alterações só se tornem mais percetíveis a longo prazo, o enriquecimento do capital humano assume-se inegavelmente como preponderante no desenvolvimento económico local e regional. Por outro lado, na interação entre a universidade e a comunidade, esta oferece-lhe o meio evolvente, a suas gentes, as suas histórias e as suas tradições. Neste enquadramento, propõe-se uma reflexão sobre os desafios e as oportunidades com que as comunidades local e regional, por um lado, e a universidade por outro, se confrontam face a avanços científicos e a constantes desafios da sociedade atual. As Universidades e as Comunidades I apresenta-se assim como a primeira das sessões de estudo na linha da interação universidade/comunidade.    

Com esta proposta, a Universidade Fernando Pessoa organiza, no âmbito dos Dias Europeus do Artesanato em Portugal, um evento na sua Unidade de Ponte de Lima, no próximo dia 5 de abril, subordinado ao tema “Do artesanal ao digital – o contributo das universidades”. Com o intuito de divulgar a cultura limiana e promover a aproximação da universidade à comunidade, bem como de convidar a comunidade a participar na academia, a UFP propõe ao público em geral uma mostra de artesanato, prova gastronómica, a exposição do FIJ, momentos musicais, e uma mesa redonda.

Subordinado ao tema geral da interação comunidade/universidade, vetores como os efeitos da universidade na vila e na região, e da região na universidade, cruzam os objetivos gerais da mesa redonda: conhecer a história da universidade, a da relação da universidade com os seus alunos, promover o desenvolvimento de parcerias, refletir sobre o papel da academia e da investigação na sociedade limiana, sobre o local no global (os casos do artesanato no digital e do ensino virtual da UFP), e sobre o global no local (os casos do FIJ e do artesanato como potenciadores de emprego, formação, conhecimento e investigação). 

DESTINATÁRIOS

Comunidade em geral